Balé Folclórico volta ao palco do TCA com o “O Balé Que Você Não Vê”

O espetáculo acontece nos dias 3 e 4 de fevereiro, às 21h. Os ingressos estão a venda no Sympla e bilheteria

Publicado segunda-feira, 23 de janeiro de 2023 às 19:54 h | Autor: Da Redação
A companhia de dança afro-baiana vai apresentar três coreografias novas
A companhia de dança afro-baiana vai apresentar três coreografias novas -

Depois de estrear o espetáculo “O Balé Que Você Não Vê", em novembro do ano passado, o Balé Folclórico da Bahia retorna aos palcos do Teatro Castro Alves para apresentações nos dias 3 e 4 de fevereiro, às 21h. Os ingressos já podem ser adquiridos no Sympla ou na bilheteria do teatro.

A companhia de dança afro-baiana vai apresentar três coreografias novas: Bolero, de Carlos Durval; Okan, de Nildinha Fonseca; e 2-3-8, de Slim Mello e do repertório clássico do grupo, Afixirê, coreografia reconhecida internacionalmente e criada por Rosângela Silvestre.

A direção geral do espetáculo é de Vavá Botelho e a direção artística de José Carlos Arandiba (Zebrinha). A nova montagem é inspirada na luta diária de uma companhia profissional para se manter, tanto financeira como tecnicamente.

Além da preparação técnica para dança, música, capoeira, canto e teatro, os bailarinos da companhia não aprendem apenas dança afro-brasileira, eles recebem preparação para dança clássica, dança moderna e contemporânea. 

Durante o espetáculo, também haverá uma intervenção da cantora Maria Bethânia, em áudio, declamando o poema ‘Mandato de Despejo aos Mandarins do Mundo', de Álvaro de Fernando Pessoa.

Os figurinos das coreografias Okan e Bolero são assinados por Maurício Martins e os adereços por Luis Claudio Vasconcelos. Já a coreografia 2-3-8 tem figurinos e adereços da Grife Meninos Rei. Em Afixirê, os figurinos e adereços são assinados por Antônio das Graças, Ninho Reis e Vavá Botelho. 

A iluminação cênica das coreografias Okan e Bolero é de Irma Vidal; já a iluminação de 2-3-8 fica por conta de Gerard Laffuste e a coreografia Afixirê tem a iluminação de Antônio Marcos Souza.

O Balé, que completa 35 anos em agosto,  já se apresentou em mais de trezentas cidades e 27 países, incluindo Estados Unidos, Itália, Inglaterra, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Nova Zelândia, Austrália, Alemanha, França, Holanda, Suíça, México, Chile, Colômbia, Finlândia, Suécia e África do Sul, dentre outros.

Serviço:

Espetáculo Balé Que Você Não Vê

Local:  Sala Principal do Teatro Castro Alves (TCA)

Quando: 3 e 4 de fevereiro, às 21 horas

Ingressos: R$ 100,00 (inteira) e R$ 50,00 (meia) para as filas A a P. 

R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia) para as filas Q a Z11.

Onde comprar:  No Sympla e bilheteria do TCA

Duração: 90 minutos (com intervalo)

Publicações relacionadas