SSP reúne forças estaduais e federais em aldeia indígena no sul baiano

Encontro teve como objetivo diminuir a tensão entre fazendeiros e índios na região

Publicado quinta-feira, 22 de setembro de 2022 às 15:06 h | Atualizado em 22/09/2022, 15:06 | Autor: Da Redação
Integrantes das polícias Militar e Civil, da Justiça Federal, da Defensoria Pública da União e da Funai, participaram do encontro
Integrantes das polícias Militar e Civil, da Justiça Federal, da Defensoria Pública da União e da Funai, participaram do encontro -

A Força Tarefa da Secretaria da Segurança Pública (SSP) realizou, na manhã desta quinta-feira, 22, uma reunião na Aldeia Nova, que fica na região do Monte Pascoal, em Porto Seguro, cidade no sul da Bahia, para diminuir a tensão entre fazendeiros e índios na região, além de apresentar as ações realizadas.

Integrantes das polícias Militar e Civil, da Justiça Federal, da Defensoria Pública da União, da Funai, entre outras instituições, participaram do encontro. Antes da reunião, todos assistiram a uma cerimônia de recepção. Homens, mulheres e crianças indígenas tocaram e cantaram músicas de acolhimento.

Em seguida, em um "auditório" ao ar livre, os caciques relataram ameaças e ataques de bandos armados, buscando expulsá-los das terras, informou a SSP. Eles relataram também placas de falsos corretores comercializando lotes de terras indígenas.

Segundo a SSP, o tenente-coronel Wildon Reis, comandante do Batalhão de Choque, e o delegado Paulo Henrique do Departamento de Polícia do Interior (Depin), representando o secretário Ricardo Mandarino, ressaltaram que a Força Tarefa continuará na região por tempo indeterminado.

Ainda segundo a SSP, já a juíza federal de Teixeira de Freitas , Célia Bernardes, falou sobre o trâmite das ações judiciais relacionadas a posses de terra. 

Publicações relacionadas