Moraes diz que Brasil garantirá democracia com "eleição limpa"

Ministro discursou no Congresso Brasileiro de Magistrados, que termina neste sábado, na capital baiana

Publicado sábado, 14 de maio de 2022 às 12:27 h | Atualizado em 14/05/2022, 12:44 | Autor: Da Redação
Moraes afirmou que o Poder Judiciário não vai “se acovardar” frente às milícias digitais e “movimentos populistas”
Moraes afirmou que o Poder Judiciário não vai “se acovardar” frente às milícias digitais e “movimentos populistas” -

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, reiterou, neste sábado,14, que a democracia no Brasil vai ser garantida com eleições limpas e transparentes por intermédio das urnas eletrônicas.

Moraes esteve presente no Congresso Brasileiro de Magistrados, em Salvador, e citou a importância do combate ao ataque de “milícias digitais” que atentam contra a democracia. Esses grupos, diz o ministro, “produzem conteúdo falso e notícias fraudulentas" e têm "o mesmo ou mais acesso que a mídia tradicional”.

Moraes afirmou, diante do cenário, que o Poder Judiciário não vai “se acovardar” frente às milícias digitais e a “movimentos populistas”. Para ele, os ataques não são descoordenados e partem de um movimento que “tem muito dinheiro”.

Na sexta-feira, 13, durante o evento, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Edson Fachin, também defendeu a atuação da Justiça ante ataques ao sistema eletrônico de votação. O ministro declarou que não vai permitir “a subversão do processo eleitoral".

Fachin não citou diretamente o presidente Jair Bolsonaro, que dobrou a aposta em declarações que tentam deslegitimar as eleições. O ministro cobrou que “todos os Poderes digam, sem subterfúgios, que vão respeitar o processo eleitoral de outubro de 2022".

Publicações relacionadas