Prefeito de Cipó diz que baianos não querem retorno do ‘chicote’

Pedetista se posicionou contrário à orientação do partido de apoiar ACM Neto (União Brasil)

Publicado quinta-feira, 22 de setembro de 2022 às 21:14 h | Atualizado em 22/09/2022, 21:58 | Autor: Da Redação
O prefeito de Cipó, Marquinho do Itapicuru, do PDT
O prefeito de Cipó, Marquinho do Itapicuru, do PDT -

O prefeito de Cipó, Marquinho do Itapicuru, do PDT, afirmou, nesta quinta-feira, 22, que os baianos não permitirão a volta do carlismo na Bahia. O PDT integra a coligação do principal adversário do candidato a governador pelo PT, Jerônimo Rodrigues. O gestor cipoense utilizou seus canais nas redes sociais para alertar a população e reforçar o voto nos candidatos da chapa petista que, conforme o prefeito, são os únicos que têm ajudado o município do semiárido baiano a avançar e se desenvolver nesses últimos anos.

 “Quero dizer ao povo desta cidade que temos que ter saudade apenas daquilo que nos engrandece e não dos momentos de tristeza, porque quando se fala em carlismo, se fala em perseguição. Não temos saudade desse tempo (...) Esse menino [ex-prefeito], a vontade de ser governador é para voltar com o chicote, com a mavaldeza, mas os baianos não vão deixar”, afirmou o gestor cipoense.

 Com uma grande audiência na cidade, o prefeito agradeceu o trabalho que o governador Rui Costa (PT) tem realizado no município em parceria com a sua gestão. “Me tornei seu fã, Rui Costa. Homens do seu quilate merecem uma estátua em praça pública para o povo aplaudir. E Rui preparou Jerônimo, colocou ele como secretário da SDR para cuidar da agricultura familiar e, logo em seguida, levou ele para a Secretária de Educação e ele está transformando os municípios da Bahia”, agradeceu Marquinhos do Itapicuru.  

 No Semiárido baiano, Jerônimo conta com o apoio de praticamente todos os prefeitos da região. Além de Cipó, caminham com o petista os prefeitos Paulo Sérgio (PSD) - de Adustina; Jailma Alves (PT) - de Banzaê; Ricardo Almeida (PP) - de Cícero Dantas; Carlinhos Sobral (MDB) - de Coronel João Sá; Luciano Pinheiro (PDT) - de Euclides da Cunha; Binho de Alfredo (PT) - de Fátima; José Mendonça (PL) - de Heliópolis; Deri do Paloma (PP) - de Jeremoabo; Cassinho Andrade (PSD) - de Nova Soure; Matheus Bob (PP) - de Novo Triunfo; Justino Neto (Pros) - de Paripiranga; Germano Santana (PT) - de Ribeira do Amparo; Eriksson Silva (PSD) - de Ribeira do Pombal; Elton Magalhães (PT) - de Santa Brigida; e Jair Santos (PSD) - de Sítio do Quinto. Essa é a maior força política já reunida em torno de uma candidatura a governador do Estado na história política da região.

Publicações relacionadas