“Eleitor sabe que ACM Neto é oposição a Lula”, diz líder do PT na Alba

Osni enxerga que ex-prefeito deu guinada à extrema direita a partir de 2018, com eleição de Bolsonaro

Publicado quinta-feira, 22 de setembro de 2022 às 13:47 h | Atualizado em 22/09/2022, 13:47 | Autor: Da Redação
"Esconde Bolsonaro na tentativa de atrair votos dos eleitores de Lula", diz o deputado estadual Osni Cardoso
"Esconde Bolsonaro na tentativa de atrair votos dos eleitores de Lula", diz o deputado estadual Osni Cardoso -

Líder do PT na Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado Osni Cardoso disse nesta quinta-feira, 22, que o forte crescimento de Jerônimo Rodrigues (PT) na preferência do eleitorado tem a ver com o aumento da percepção dos baianos de que Lula (PT) enfrentará forte oposição do ex-prefeito de Salvador e do seu grupo político, caso seja eleito.

A Pesquisa AtlasIntel mais recente, divulgada pelo grupo A Tarde nesta quinta-feira, 22, mostra a liderança de Jerônimo na disputa pelo Governo do Estado com 44,5% das intenções de votos, ultrapassando seu principal adversário, ACM Neto (UB), que oscilou para baixo e marcou 40,5%.

“A fuga do debate nacional é para esconder dos baianos que o seu candidato é Bolsonaro. Os candidatos a deputados da sua coligação fazem campanha às escondidas no interior para Bolsonaro”, acusa. “As indicações na Bahia dos cargos no governo federal, como os da Codevasf, são feitas por eles e eles dão sustentação a Bolsonaro no Congresso”, continua Osni. “Caso sejam reeleitos [os deputados do grupo de ACM Neto], haverá a manutenção da posição contrária a um novo governo Lula, assim como foram contrários ao governo da presidente Dilma e votaram a favor do seu impeachment”, completou o líder do PT na Alba.

Osni abordou um episódio nas eleições de 2018, em que o então candidato do DEM a governador e ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, declarou apoio a Bolsonaro ainda no primeiro turno das eleições, no último debate da TV entre os candidatos. “Lula caminha para obter 70% dos votos na Bahia, então, o ex-prefeito esconde Bolsonaro na tentativa de atrair votos dos eleitores de Lula, mas a AtlasIntel mostra que quem atrai esses votos é Jerônimo. Os eleitores não vão querer correr o risco de ver a Bahia deixar de avançar ainda mais com Jerônimo e Lula”, defendeu.

Um outro petista disse estar otimista com o resultado da Atlasintel. Presidente do Partido dos Trabalhadores da Bahia, Éden Valadares afirmou que o resultado da pesquisa mais recente retrata a realidade da reta final da campanha nestas eleições. “Quanto mais as eleições se aproximam e as pessoas vão conhecendo o candidato de Lula, de Rui Costa e de Jaques Wagner, mais Jerônimo cresce. Caminhamos para mais uma virada histórica”, disse o dirigente do partido.

Éden afirmou que além da pesquisa divulgada nesta quinta-feira, as ruas já dão sinais de que Jerônimo vencerá as eleições deste ano. “As caminhadas, carreatas e comícios reúnem milhares de pessoas em todas as cidades onde passamos, que acreditam no projeto de inclusão e desenvolvimento social do PT e dos partidos aliados que tem Jerônimo como representante da renovação desse trabalho que vem mudando a vida da população para melhor”, disse.

O presidente do PT Bahia destacou ainda que a diminuição das intenções de voto em ACM Neto já era esperada. “O ex-prefeito de Salvador antecipou a campanha há quatro anos, burlando o calendário eleitoral, achou que o jogo já estava ganho e agora vê sua candidatura se desidratando a cada dia. Nosso projeto é de um time que quer seguir transformando a Bahia, muito diferente do de ACM Neto, que trata a política como trampolim para suas ambições de poder”, concluiu.

Publicações relacionadas