Cármen Lúcia dá cinco dias para Bolsonaro explicar desfile no RJ

Rede questionou mudança de local do desfile cívico-militar para Copacabana, onde também será realizado ato bolsonarista

Publicado sexta-feira, 05 de agosto de 2022 às 18:03 h | Atualizado em 05/08/2022, 18:02 | Autor: Da Redação
Cármen Lúcia é a relatora da ação do partido Rede Sustentabilidade, que argumentou que a alteração tem motivação eleitoral
Cármen Lúcia é a relatora da ação do partido Rede Sustentabilidade, que argumentou que a alteração tem motivação eleitoral -

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu prazo de cinco dias para Jair Bolsonaro (PL) se manifestar sobre alteração do local do desfile cívico-militar do dia 7 de setembro e das comemorações do bicentenário da Independência no Rio de Janeiro. A ministra é a relatora da ação do partido Rede Sustentabilidade, que argumentou que a alteração tem motivação eleitoral.

O partido citou o discurso de Bolsonaro em convenção que lançou o ex-ministro Tarcísio de Freitas ao governo de São Paulo. Na ocasião, o presidente anunciou mudanças no desfile de Sete de Setembro do Rio, que passará da Avenida Presidente Vargas, no centro da cidade, para a Avenida Atlântica, em Copacabana.

A magistrada também determinou que, após Bolsonaro, a Advocacia-Geral da União (AGU) e a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestem em três dias sobre o assunto. Depois de receber essas informações ela vai analisar se dá uma decisão para atender ou rejeitar o pedido feito pelo partido para impedir as mudanças.

Desde que assumiu a Presidência, esta é a primeira vez que Bolsonaro passa o 7 de setembro no Rio de Janeiro. O estado é seu reduto eleitoral e onde lançou sua candidatura à Presidência da República.

Em entrevista para a rádio Guaíba no início da semana, Bolsonaro deu detalhes de suas intenções para o 7 de setembro. Segundo o presidente, a ideia é reunir a PM, bombeiros e estudantes de colégios militares no evento.

“A gente vai pedir ao pessoal que botar carro de som, vai ter muita gente em Copacabana, que não use seu carro de som durante aí o desfile, que deve durar em torno de, no máximo 1h. É tropa das Forças Armadas, Marinha, Exército e Aeronáutica. Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar. Academia Militar das Agulhas Negras deve ter um efetivo de um ano desfilando. Colégio militar. Algumas escolas civis lá do Rio de Janeiro”, declarou.

Publicações relacionadas