Bolsonaro minimiza alta do preço dos combustíveis no Brasil

Declaração foi feita durante o congresso Mercado Global de Carbono, no Rio de Janeiro

Publicado quinta-feira, 19 de maio de 2022 às 13:40 h | Atualizado em 19/05/2022, 13:40 | Autor: Da Redação
Presidente afirmou que o país é o que menos sofre com o problema
Presidente afirmou que o país é o que menos sofre com o problema -

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta quinta-feira, 19, que todos os países vivem alta nos preços de alimentos e combustíveis, mas, segundo ele, o Brasil é o que menos sofre com o problema.

Ele culpou as medidas adotadas no combate à pandemia da Covid-19 e disse que, atualmente, todos os países enfrentam os problemas ocasionados pelas restrições.

A declaração foi feita durante o congresso Mercado Global de Carbono, que acontece no Rio de Janeiro. Na ocasião, o presidente brasileiro disse ser o único chefe de Estado do mundo com visão 'diferente' sobre a crise da Covid.

"Nós vivemos um problema no mundo, e no Brasil não está diferente – apesar de eu ser o único chefe de Estado do mundo que tinha uma visão diferente de como deveríamos tratar a pandemia. Lamentavelmente, o STF tirou de mim esse que seria o meu direito".

A declaração refere-se à decisão do Supremo Tribunal Federal, que atribuiu a estados e municípios a responsabilidade pelas decisões sobre os protocolos sanitários durante a pandemia.

Na ocasião, Bolsonaro voltou a criticar a "política do fique em casa, e a economia a gente vê depois", que considerou ter resultado em consequências terríveis.

"Preço dos combustíveis, preço dos alimentos… Mas o Brasil é o que menos sofre esse problema no mundo", disse o presidente.

Publicações relacionadas