Câmara de Salvador esclarece prazo de resposta a medida cautelar

Geraldo Júnior afirma que não houve perda de prazo para responder ao pedido de medida cautelar, na ADPF n. 959

Publicado segunda-feira, 16 de maio de 2022 às 13:26 h | Atualizado em 16/05/2022, 13:26 | Autor: Da Redação
Geraldo se mostra tranquilo
Geraldo se mostra tranquilo -

“Não houve em nenhuma hipótese perda de prazo”, afirma Geraldo Júnior. Em relação ao prazo de 05 dias para serem prestadas pela Câmara de Salvador, o presidente esclarece que a certidão divulgada por um blog da cidade se refere ao ofício n. 433/2022, que foi expedido para a Procuradoria Geral da República (PGR), não guardando qualquer relação com o prazo de informações da CMS, expedido via ofício n. 429/2022. “Não podemos duvidar da má intenção de alguns vereadores em divulgar informações sem lastro, apenas para propagar as chamadas fakenews. É a única forma que eles tem de aparecer, mas na política não podemos olvidar em responder prontamente, para que a dúvida não se transforme em verdade”, pontua Geraldo.

Procuradoria Jurídica se manifestará hoje.

Segundo Geraldo Júnior, a procuradoria está atenta, segue as regras processuais e não as de vereadores que sequer conhecem o regimento da Casa. “Falha grave quem cometeu foi o autor da ADPF, que, conforme manifestação da AGU, deixou de juntar a documentação necessária para o processamento da ação”.

Ofício 433/2022 foi encaminhado para o PGR e não para a CMS
Ofício 433/2022 foi encaminhado para o PGR e não para a CMS |  Foto: Divulgação | Página do STF
 

A TARDE apurou que a comunicação da CMS chegou na terça-feira, dia 10.05.2022, de forma que o prazo para a apresentação das informações devidas vence nesta segunda-feira, dia 16. “Para esclarecer, a intimação enviada pelo STF chegou via correio, na modalidade AR e a resposta será realizada via sistema, na forma e no prazo assinalado pelo Regimento Interno da Corte Suprema”, adverte Geraldo Júnior, que fez questão de mandar um recado para seus opositores: “Estamos tranquilos, diferente de alguns que tem atuado com bastante raiva e desequilíbrio. Na política, quem não tem parcimônia terá vida curta. Cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém”, concluiu.

Imagem ilustrativa da imagem Câmara de Salvador esclarece prazo de resposta a medida cautelar
  

Publicações relacionadas