ALBA renova estado de calamidade pública em 33 municípios

Líderes do governo e da oposição acordaram sobre dispensa de formalidades para aprovar proposta

Publicado quarta-feira, 18 de maio de 2022 às 21:29 h | Atualizado em 18/05/2022, 21:29 | Autor: Da Redação
Os projetos foram aprovados nesta terça-feira, 17
Os projetos foram aprovados nesta terça-feira, 17 -

A Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) aprovou dois projetos de decreto legislativo que garantem a renovação do reconhecimento do estado calamidade pública de 33 municípios baianos. A votação só foi possível porque os líderes do governo, deputado Rosemberg Pinto (PT), e da oposição, Sandro Régis (União Brasil), chegaram a um entendimento para fazer a dispensa de formalidades regimentais.

Os municípios que tiveram renovado o reconhecimento de calamidade pública são os seguintes: Antônio Cardoso, proposto pelo deputado Eduardo Alencar, Brejões e Biritinga (Angelo Almeida), Itororó proposto pelo deputado Rosemberg, que também apontou Itacaré e Iguaí. Ivana Bastos (PSD) apresentou as cidades de Feira da Mata, Contendas do Sincorá, Palmas de Monte Alto, Novo Horizonte, Iuiú e Ibitiara.

Eduardo Salles (PP) apresentou Barro Preto, Bonito, Ituberá, Jussari, Piritiba, Terra Nova, Una, Maragogipe e Barra do Choça. Alex da Piatã (PSD) apresentou Crisópolis, enquanto Adolfo Menezes apresentou Apuarema. Marquinho Viana (PV), Caraíbas; Vitor Bonfim (PV); Luciano Simões Filho (UB), Entre Rios; e Diego Coronel (PSD), Cipó. A Mesa Diretora foi autora dos ofícios que indicaram Ibirataia, Ubaitaba, Firmino Alves, Piraí do Norte, Tanhaçu e Rio do Pires.

Publicações relacionadas