Elon Musk nega acusações de agressão sexual e sugere conluio

Bilionário rejeitou as acusações de ter agredido sexualmente uma comissária de bordo há seis anos

Publicado sexta-feira, 20 de maio de 2022 às 14:56 h | Atualizado em 20/05/2022, 14:56 | Autor: AFP
Presidente da Tesla e o homem mais rico do mundo diz no Twitter que acusações são falsas
Presidente da Tesla e o homem mais rico do mundo diz no Twitter que acusações são falsas -

O bilionário Elon Musk rejeitou as acusações de ter agredido sexualmente uma comissária de bordo há seis anos e denunciou o que definiu como um complô "político". 

"Essas acusações são totalmente falsas", reagiu o presidente-executivo da Tesla e o homem mais rico do mundo no Twitter, a rede social que ele quer comprar, após um artigo publicado na quinta-feira. 

O canal online independente Insider informou que a empresa aeroespacial de Musk, SpaceX, pagou 250 mil dólares a uma mulher em 2018 para encerrar um processo de comportamento inadequado contra o bilionário. 

O empresário de 50 anos, segundo a reportagem, mostrou a ela seu pênis ereto, tocou suas pernas sem consentimento e pediu um ato sexual enquanto recebia uma massagem da mulher em um voo particular para Londres. O artigo cita uma pessoa que dizia ser amiga da comissária de bordo. 

"Os ataques a mim devem ser vistos por um prisma político: é a maneira usual (desprezível) de agir", tuitou Musk na quinta-feira, sem especificar a quem se referia. 

"Desafio essa mentirosa que diz que sua amiga me viu 'descoberto': diga uma coisa, qualquer coisa (cicatrizes, tatuagens...) que não seja de conhecimento público", disse ele. 

"Ela não será capaz de fazer isso, porque isso nunca aconteceu." 

O empresário nascido na África do Sul - e que tem nacionalidade sul-africana, americana e canadense - se aproximou recentemente dos republicanos, após apoio anterior aos democratas. 

"Agora veja como eles estão desdobrando sua campanha de truques sujos contra mim", acrescentou Musk, cuja fortuna é estimada em mais de 200 bilhões de dólares. 

O empresário suspendeu sua oferta de 44 bilhões de dólares pelo Twitter nesta semana devido à falta de clareza sobre o número de contas falsas na plataforma, mas disse que "continua comprometido" em concluir o acordo. 

Inicialmente conhecido como o fundador da Tesla, empreendimento que lhe rendeu fortuna, Musk, pai de oito filhos e divorciado três vezes, tornou-se uma figura central do neocapitalismo americano com suas ambições extraplanetárias e ideias políticas, amplamente difundidas por ele nas redes sociais.

Publicações relacionadas