Vitória perde para o Fortaleza e dá adeus à Copa do Brasil

Com a eliminação, o Leão foca agora suas atenções exclusivamente para a Série C

Publicado quinta-feira, 12 de maio de 2022 às 20:57 h | Atualizado em 13/05/2022, 00:21 | Autor: Rafael Tiago Nunes
Rubro-Negro até tentou, mas não conseguiu balançar as redes no Barradão
Rubro-Negro até tentou, mas não conseguiu balançar as redes no Barradão -

O Vitória precisava vencer o Fortaleza por três gols de diferença, nesta quinta-feira, 12, no Barradão, para levar a partida para os pênaltis  e tentar avançar para as oitavas de final da Copa do Brasil. Mas o Rubro-Negro nem sequer conseguiu marca um golzinho e acabou eliminado após perder novamente, desta vez por 1 a 0, com gol de Yago Pikachu. O placar agregado foi de 4 a 0.

>>Leia mais notícias sobre o Vitória

 

ge
 

O Leão do Pici entrou com um time mesclado, mas nem assim deixou o Vitória a vontade no jogo ou se empolgar. E o Rubro-Negro apresentou o futebol de sempre, com uma defesa sólida e um ataque que parece ser inimigo do gol. Luidy e Roberto, em lances bizarros, deixaram isso bem claro.

Ao Vitória, agora, só resta a disputa da Série C do Campeonato Brasileiro até o final do ano. Na 17ª colocação, com apenas quatro pontos conquistados após cinco rodadas, o Leão volta a campo pela competição somente na próxima quarta-feira, dia 18. Na ocasião, às 20h30, no Barradão, receberá a visita do Botafogo-PB, atual quinto colocado, com novo pontos somados.

Para manter as chances de ficar entre os oito primeiros da Terceirona, o Leão precisará de uma reação imediata e de uma sequência de triunfos.

Sem inspiração

A partida desta quinta, no Barradão, começou truncada. De um lado, um Fortaleza sentado na gorda vantagem, sem pressa, tocando a bola com cautela e esperando um vacilo para sair em velocidade para matar o que já estava praticamente resolvido. Do outro, um Vitória que até tocava bem a bola até a intermediária, mais sem criatividade, organização, qualidade e tranquilidade para furar o bloqueio cearense ou mesmo acertar o gol.

Os dois times pouco criaram e os goleiros foram meros espectadores. Isso foi fruto do ritmo lento de ambas equipes somado à falta de vontade do Tricolor do Pici em querer jogar ou mesmo arriscar qualquer jogada mais ousada.

Mesmo com muita dificuldade no setor ofensivo e pouca inspiração, quando alguma jogada perigosa surgiu do além por algum vacilo do Fortaleza, faltou qualidade técnica aos jogadores de frente do Vitória.

Como aos 20 minutos, quando Roberto brigou pela bola na área e Benevenuto afastou de qualquer jeito. A redonda sobrou para Luidy, que apareceu de surpresa para finalizar, sozinho, mas errou feio e deu uma ‘canelada’  medonha, mandando a bola para longe do gol.

Aos 35 outra boa chance. Após bom contra-ataque, Luidy recebeu na entrada da área, foi pra cima da marcação e finalizou. Ele mirou o ângulo, mas os pés não acompanharam a cabeça.

Mas o lance mais perigoso e ridículo do primeiro tempo foi aos 41. Em chutão de uma área para a outra, Titi tentou cavar uma falta, mas o juiz não foi na dele. Roberto roubou a bola e, sozinho, entrou na área. Ele poderia ter escolhido o canto ou driblado o goleiro, mas ele ficou nervoso, não soube o que fazer com a bola e preferiu tocar pra Eduardo. Errado. Confiança zero de Roberto.

Um pouco de animação

O segundo tempo começou um pouco mais animado, com as duas equipes indo pra cima e, principalmente, o Vitória mais solto em campo e tentando pelo menos sair vencedor do confronto, mesmo que eliminado.

E foi com esse sentimento de sair com honra que o Leão baiano partiu pra cima. Mas o primeiro lance de perigo foi do Fortaleza. Aos 12, Romarinho chutou da entrada da área para boa defesa de Lucas Arcanjo.

O Vitória respondeu aos 14, com Roberto, que bateu cruzado para o gol e fez Boeck se esticar todo para espalmar. Um minuto depois, Roberto acertou o travessão. 

O tricolor conseguiu equilibrar a partida com a entrada de alguns titulares e conseguiu o gol da vitória aos 47 com Pikachu, que veio do banco.

FICHA TÉCNICA:

Vitória 0 x 1 Fortaleza - Jogo de volta da 3ª fase da Copa do Brasil 

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)

Árbitro: Paulo César Zavonelli (MG)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Felipe Alan Costa de Oliveira (ambos de MG)

Cartões amarelos: Eduardo (Vitória); Juninho Capixaba e Titi (Fortaleza)

Gol: Yago Pikachu (Fortaleza)

Vitória - Lucas Arcanjo; Alemão (Mateus Moraes), Marco Antônio, Danilo Cardoso e Iury; João Pedro, Léo Gomes (Alisson Santos) e Eduardo; Daniel Bolt (Gabriel Santiago), Roberto (Santiago Tréllez) e Luidy (Alan Pedro). Técnico: Fabiano Soares. 

Fortaleza - Marcelo Boeck; Landázuri, Marcelo Benevenuto, Titi (José Welison); Ronald, Lucas Crispim (Yago Pikachu), Romarinho (Hércules), Matheus Jussa, Matheus Vargas (Depietri), Juninho Capixaba (Sammuel); Robson. Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Publicações relacionadas