Baiano convocado pela seleção passou por projetos sociais

Atleta de Fazenda Coutos integrou a escolinha do Instituto Manassés

Publicado sexta-feira, 13 de maio de 2022 às 18:29 h | Atualizado em 13/05/2022, 18:29 | Autor: Da Redação
Danilo começou a jogar aos 7 anos
Danilo começou a jogar aos 7 anos -

Convocado para jogar pela Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2022, o baiano Danilo dos Santos, 21, passou pela escolinha de futebol do Instituto Manassés. Ele, que ficou seis anos na divisão de base do Bahia, se profissionalizou junto ao Cajazeiras Esporte Clube, através do projeto social.

Danilo começou a jogar aos 7 anos. Aos 14, o meio-campista integrou a escolinha do Manassés, localizada na frente de sua casa, no bairro de Fazenda Coutos, em Salvador. “Ele ficava treinando no campo de terra batida do projeto social. Foi onde vimos que ele tinha potencial, levamos ele para o nosso time que é o Cajazeiras, profissionalizamos e oferecemos uma oportunidade para jogar a segunda divisão estadual do campeonato baiano”, contou Felipe Manassés, presidente do Instituto Manassés e do Cajazeiras Esporte Clube. 

Com a profissionalização, Danilo foi para Palmeiras, estreou no campeonato paulista, foi campeão da Libertadores duas vezes, e acabou escolhido como o terceiro melhor jogador do campeonato mundial.

Apesar de não ser mais o grupo que cuida da carreira do atleta, o Cajazeiras Esporte Clube ainda tem um percentual de 20% do passe do jogador, que está avaliado em 20 milhões de euros. A Instituição Social Manassés tem mais de 200 escolinhas de futebol espalhadas na região metropolitana de Salvador.

O objetivo, segundo o instituto, é tirar os jovens das ruas e incentivar a prática esportiva através de projetos de prevenção ao uso de drogas nas comunidades carentes espalhadas por toda a Bahia.

Publicações relacionadas