Cães promovem desenvolvimento biopsicossocial | A TARDE
Atarde > colunistas > De Olho na Saúde

Cães promovem desenvolvimento biopsicossocial

A presença do cão propicia motivação e vínculo ao processo terapêutico

Publicado domingo, 02 de outubro de 2022 às 06:00 h | Autor: Elane Varjão | Jornalista | deolhonasaude@grupoatarde.com.br
Vanessa Campello, fonoaudióloga da Afago & Afeto
Vanessa Campello, fonoaudióloga da Afago & Afeto -

Cães promovem desenvolvimento biopsicossocial

A literatura médica já comprovou que são relevantes os benefícios da Terapia Assistida por Animais (TAA) realizada por profissionais de saúde que tem o animal como parte integrante do processo terapêutico, com melhorias dos sintomas da depressão e níveis de ansiedade, resultando em impactos positivos sobre a comunicação.

“Crianças com alteração no processo de desenvolvimento da fala, leitura e escrita podem ser beneficiadas com a presença do cão que propicia mais motivação, vínculo e aderência ao tratamento”, garante a fonoaudióloga Vanessa Campello. A profissional faz parte do quadro de profissionais e especialistas da Afago & Afeto, primeira empresa brasileira como Full Member da AAII (Animal Assisted Intervention International) juntamente com a pedagoga Andrea Petenucci, a psicóloga Fabiane Munhoz, e a treinadora Janaína Ganzer.

Medicamento contra câncer de mama

Foi incorporado ao SUS o medicamento Trastuzumabe Entansina, indicado em monoterapia para tratamento de pacientes com câncer de mama classificados no nível HER2-positivo da doença. Notícia importante em meio a incidência desse tipo de câncer no Brasil. A OMS estima que, nos próximos 20 anos, haverá um aumento de 47% no número de casos no país.

Estado de Alerta: A poliomielite está aí e pode voltar!

É preciso vacinar as crianças contra a polio, doença que pode levar até a morte. Em 2015, 95% das crianças foram vacinadas, mas, desde então, a imunização vem caindo e piorou na pandemia. Apenas metade  das crianças foram vacinadas na campanha deste ano, que segue até o dia 30. É preciso que os pais estejam atentos e que o poder público realize ações educativas e de mobilização. Ao longo do ano, as vacinas são encontradas na rede pública.

Emoções negativas aceleram velhice

Um estudo feito pela Universidade de Standford nos Estados Unidos, em parceria com a empresa chinesa Deep Longevity, revelou que ter solidão e infelicidade podem envelhecer o relógio biológico das pessoas em até um ano e oito meses.  O estudo aponta que o impacto das duas emoções negativas é maior do que o tabagismo, que acelera o envelhecimento em um ano e três meses.

Doar pela vida 

‘ ‘Amor para Superar, Amor para Recomeçar’ é o tema da campanha do Ministério da Saúde que estimula a doação de órgãos. Na campanha, os pontos de vista do doador e do receptor são compartilhados. Quem doa pode salvar vidas, um gesto grandioso. Quem recebe a doação tem a chance de seguir a vida, e se torna eternamente grato. A proposta é levar o debate para dentro das famílias, que são responsáveis po r autorizar ou não a doação de órgãos.

Destaque

Psicoterapia bilíngue

O Serviço de Psicoterapia Bilíngue, voltado para pessoas surdas e com diagnóstico de transtornos mentais leves, foi implantado há dois meses e em pleno funcionamento pela SMS, no Multicentro Liberdade.

Saúde mental

Cerca de 15% dos trabalhadores no mundo sofrem algum tipo de transtorno mental. A Organização Internacional do Trabalho (OIT) cobra ações concretas.

Novas normas

O uso de máscara de proteção deixa de ser obrigatório para o atendimento ao público, nos transportes, academias e eventos com venda de ingressos, na Bahia.

Brasileiro na OMS para as Américas

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) elegeu o médico brasileiro Jarbas Barbosa da Silva Jr. para comandar o braço da Organização Mundial da Saúde (OMS) para as Américas.

Publicações relacionadas