GWM anuncia elétrico Ora GT para concorrer com BYD Dolphin | A TARDE
Atarde > colunistas > Auto Brasil

GWM anuncia elétrico Ora GT para concorrer com BYD Dolphin

Ora GT terá duas opções de motor, com 145 cv e autonomia de 310 km, ou 173 cv, com 400 km

Publicado quarta-feira, 19 de julho de 2023 às 05:30 h | Autor: Núbia Cristina
Expectativa é que as 1ªs unidades do Ora GT cheguem  entre setembro e outubro e que o preço do hatch fique entre R$ 150 mil e R$ 170 mil
Expectativa é que as 1ªs unidades do Ora GT cheguem entre setembro e outubro e que o preço do hatch fique entre R$ 150 mil e R$ 170 mil -

A fabricante chinesa Great Wall Motors (GWM) anuncia a estreia do seu primeiro carro elétrico no Brasil, o Ora GT, que será apresentado no Festival Interlagos, evento que começa amanhã e vai até domingo, 23, no Autódromo José Carlos Pace - Interlagos, em São Paulo. O hatch médio terá como concorrente direto o recém-lançado BYD Dolphin, comercializado por R$ 149.800, que contabiliza mais de duas mil unidades vendidas em menos de duas semanas, segundo a BYD.

A expectativa é que as primeiras unidades do Ora GT cheguem aos proprietários entre os meses de setembro e outubro e que o preço fique entre R$ 150 mil e R$ 170 mil, mais caro que o rival BYD Dolphin. O lançamento do hatch médio marca a estreia da Ora no país, quarta marca da GWM no mercado brasileiro. Além dela, a fabricante chinesa comercializa os modelos da Haval e se prepara para lançar as marcas Poer (de picapes) e Tank (SUVs mais rústicos). 

O Ora GT leva o nome de Funky Cat na China. No Brasil, os modelos da Ora adotarão siglas em vez de nomes inspirados em gatos. Em outros mercados, os carros da marca levam nomes como Good Cat, White Cat e Funky Cat. Com linhas arredondadas, que lembram a silhueta do VW Fusca, o hatch tem 4,23 metros de comprimento e 2,65 metros de distância entre-eixos.

Motorização

Na China, o modelo tem duas opções de motor, com 145 cv (autonomia de 310 km) ou 173 cv (400 km de autonomia no ciclo global WLTP), e baterias de 45,4 kWh ou 59,3 kWh. A velocidade máxima de 160 km/h nas duas versões, tem. 

O carro pode ser carregado em tomadas residenciais de 220V, em fontes Wallbox de 7kW e até em carregadores rápidos de 150 kW, onde bastam cerca de 40 minutos para recuperar 80% de carga total.

O GT ainda é maior que o Dolphin, medindo 4,23 metros de comprimento, 1,82 metro de largura, 1,60 metro de altura e 2,65 metros de entre-eixos - para comparação, o Dolphin tem 2,70 metros. O porta-malas tem capacidade para 228 litros.

A chinesa GWM fez sua estreia no Brasil em 2023, com abertura de concessionárias e o lançamento dos SUVs Haval H6. No segundo semestre deste ano está previsto lançamento do Jolion. Outra novidade foi o anúncio da produção nacional em Iracemápolis (SP) para maio de 2024. Deve produzir uma picape média e um SUV de 7 lugares, ambos híbridos-flex.

Publicações relacionadas