Dolphin EV deve ser fabricado na Bahia | A TARDE
Atarde > colunistas > Auto Brasil

Dolphin EV deve ser fabricado na Bahia

Lançado na semana passada por R$ 149.800, hatch da BYD tem um dos menores preços do segmento

Publicado quarta-feira, 05 de julho de 2023 às 07:00 h | Autor: Núbia Cristina
Dolphin vem com wallbox  e 5GB de internet nativa
Dolphin vem com wallbox e 5GB de internet nativa -

Lançado na semana passada com preço inicial de R$ 149.800, o BYD Dolphin EV incomodou tanto a concorrência no segmento de subcompactos elétricos que já chegou provocando mudanças. A Jac Motors está oferecendo um desconto de R$ 6 mil no preço original de R$ 145.900 do concorrente E-JS1, que agora está sendo comercializado a R$ 139.900. 

Primeiro veículo da BYD a adotar o design da linha “Ocean”, inspirada nos animais marinhos e ondas do mar, o Dolphin EV deve ser fabricado na Bahia. O anúncio oficial da instalação do complexo industrial da BYD - "Build Your Dreams" - em Camaçari foi feito ontem em cerimônia com a presença do governador Jerônimo Rodrigues, e da CEO para as Américas e vice-presidente executiva global da companhia chinesa, Stella Li, em evento no Farol da Barra, em Salvador.

Maior fabricante de carros elétricos do mundo, a BYD vai investir cerca de R$ 3 bilhões para instalar três fábricas na Bahia e deverá gerar mais de 5.000 empregos. Além de veículos de passeio elétricos e híbridos, as fábricas irão produzir chassis de ônibus e caminhões elétricos e processar lítio e ferro fosfato. A expectativa é iniciar a produção no segundo semestre de 2024. Camaçari vai abrigar o complexo da companhia asiática, mas a BYD afirma que vai anunciar nos próximos dez dias o local exato da instalação das fábricas. Por enquanto, seguem as negociações para aquisição do complexo industrial da Ford - que está sem produzir há cerca de dois anos -, que podem ter sucesso ou não.

Mercado

O hatch médio Dolphin e o SUV híbrido Song são os mais cotados para serem os modelos de largada do complexo de Camaçari. A unidade voltada à produção de carros elétricos terá capacidade inicial de 150 mil unidades, podendo chegar a 300 mil. Os modelos irão abastecer o mercado brasileiro e serão exportados para os países da América Latina. A instalação da multinacional chinesa no Brasil vai provocar mudanças e acirrar ainda mais a concorrência no mercado de elétricos. “Já vendemos 1 mil unidades do nosso elétrico Dolphin, lançado recentemente, e teremos essa tecnologia na Bahia”, afirmou a CEO Stella Li. 

Custo-benefício

O BYD Dolphin EV chegou ao Brasil como um dos carros elétricos mais baratos do país, custando pouco menos que os concorrentes diretos, Kwid E-Tech, da Renault, i-Car, da Caoa Chery, que têm preço sugerido de R$ 149.990. Por R$ 149,8 mil, o hatch de entrada da BYD vem com wallbox para recarga e franquia de 5GB de internet nativa. E ainda tem pouco mais de 4 metros de comprimento, em relação aos rivais diretos. Inspirado pelo golfinho, o Dolphin tem muitas referências ao mar e ao animal marinho nas linhas externas e internas. O acabamento interno é caprichado, com materiais sustentáveis.

Ao entrar no carro é possível conferir as facilidades da tecnologia ICS, Intelligente Cockpit System, que ostenta uma tela de 12,8 polegadas capaz de fazer rotação da horizontal para a vertical com um simples comando de voz. Com a voz também é possível aumentar ou reduzir a temperatura do ar-condicionado, mudar a estação do rádio, dentre outros comandos. Uma tecnologia disponível em outros modelos da BYD já vendidos no País, com preços mais salgados.

Segundo o Inmetro, a autonomia do carro é de 291 quilômetros. O Dolphin EV traz as baterias Blade de 44,9kWh, que podem ser recarregadas de 20% a 80% em 25 minutos com um carregador ultrarrápido.

O hatch é montado sobre a e-Platform 3.0, a mais recente da BYD para os 100% elétricos, que integra o sistema de alta tensão e as baterias com o chassi do carro. Com 2m70 de entreeixos oferece também mais espaço do que seus concorrentes em preço. 

O Dolphin EV é o quinto do portfólio da BYD no Brasil, junto com Tan EV, Yuan Plus EV e Han RV, 100% elétricos, e o híbrido Song Plus DM-i. 

Publicações relacionadas